Pular para o conteúdo
Início » BTLG11: Fundo imobiliário em alta: lucro, dividendos e novas aquisições

BTLG11: Fundo imobiliário em alta: lucro, dividendos e novas aquisições

BTLG11: Fundo imobiliário em alta: lucro, dividendos e novas aquisições
BTLG11: Fundo imobiliário em alta: lucro, dividendos e novas aquisições

O relatório do BTLG11 mostra um fundo imobiliário em boa situação financeira, com lucros consistentes e dividendos elevados.

A gestão vem realizando um trabalho de reciclagem do portfólio, vendendo imóveis com baixo potencial de valorização e adquirindo novos imóveis de padrão AAA. Essa estratégia deve contribuir para aumentar a rentabilidade do fundo no longo prazo.

  • Lucro líquido de R$ 21,5 milhões em novembro, equivalente a R$ 0,74 por cota.
  • Dividendos distribuídos em dezembro de R$ 0,76 por cota, o que representou um dividend yield anualizado de 9,1%.
  • Valor de mercado de R$ 2,89 bilhões.
  • Ocupação financeira de 98%.
  • Contratos com 54 diferentes locatários.
  • Maior cliente, a Ambev, proporciona 9% da renda com aluguéis.
  • Trabalho de reciclagem do portfólio com a venda de imóvel em Guarulhos por R$ 81,5 milhões, com lucro de R$ 23,5 milhões.
  • Aquisição de três imóveis de padrão AAA em São Paulo por R$ 760 milhões, com pagamento de R$ 440 milhões à vista.
  • Quitação de CRI de R$ 60 milhões, sem pagamento de multa.
  • Nova transação anunciada: venda de dois imóveis por R$ 133,106 milhões.

A venda do imóvel em Guarulhos por R$ 81,5 milhões, com lucro de R$ 23,5 milhões, foi um bom negócio para o BTLG11. O fundo recebeu um valor acima do valor patrimonial do imóvel e ainda conseguiu um ganho de capital de 40%.

A aquisição de três imóveis de padrão AAA em São Paulo também é uma boa notícia para o fundo. Esses imóveis estão localizados em regiões estratégicas e têm contratos com inquilinos de alto porte, o que deve garantir uma renda estável e crescente nos próximos anos.

A quitação do CRI de R$ 60 milhões, sem pagamento de multa, também é um fator positivo para o BTLG11. Isso deve reduzir as despesas financeiras do fundo e aumentar sua rentabilidade.

A nova transação anunciada, a venda de dois imóveis por R$ 133,106 milhões, é um sinal de que a gestão do BTLG11 continua comprometida com a reciclagem do portfólio.

O fundo está vendendo imóveis de menor potencial de valorização e adquirindo novos imóveis de padrão AAA. Essa estratégia deve contribuir para aumentar a rentabilidade do fundo no longo prazo.

No geral, o relatório do BTLG11 é positivo. O fundo está em boa situação financeira e a gestão está tomando medidas para aumentar sua rentabilidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *