Pular para o conteúdo
Início » Itaú BBA recomenda apostar contra ações da Cemig em caso de federalização

Itaú BBA recomenda apostar contra ações da Cemig em caso de federalização

Itaú BBA recomenda apostar contra ações da Cemig em caso de federalização
Itaú BBA recomenda apostar contra ações da Cemig em caso de federalização
  • Analistas do Itaú BBA recomendam apostar contra as ações da Cemig (CMIG4) em caso de federalização da empresa.
  • A recomendação é baseada na expectativa de que o governo federal pagará um preço alto pela empresa, o que seria negativo para os investidores minoritários.

O Itaú BBA destaca que, com a probabilidade de privatização próxima de zero, o spread entre as ações CMIG3 e CMIG4 se baseia agora no potencial valuation implícito da federalização.

Avaliação do governo federal pela Cemig é considerada alta

Com base nos direitos de tag along de 80% para a CMIG3, o preço de fechamento na quinta-feira de R$ 16 por ação implicava que o governo federal teria que pagar R$ 20 por ação pelo controle acionário do governo do estado de Minas Gerais. Essa avaliação é considerada alta pelo BBA e, por isso, a recomendação é de apostar contra as ações preferenciais, que seriam as mais afetadas em caso de federalização.

É importante ressaltar que a recomendação é baseada em uma série de premissas, como a concessão dos direitos de tag along e a aprovação do acordo pelo TCU e pelo TCE. No entanto, o BBA acredita que essas premissas são razoáveis e que a federalização é uma possibilidade real.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *